Governo foca em ‘pequenas reformas’ para impulsionar indústria e comércio

Congresso ainda pode mudar saques do PIS e FGTS
23 de agosto de 2019
Estudo: o varejo do Brasil está pronto para o consumidor na era dos dados?
27 de agosto de 2019

O Ministério da Economia do governo Jair Bolsonaro quer ampliar o foco nas chamadas “pequenas reformas” para impulsionar a indústria e o comércio no país.

Recentemente, a pasta montou uma força-tarefa para elaborar a plataforma que vai substituir o eSocial. O sistema que reúne os dados trabalhistas, fiscais e previdenciários das empresas em uma só plataforma era considerado complexo por empreendedores.

O secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do governo Jair Bolsonaro, Caio Megale, afirma que as mudanças vão ajudar empresários a simplificar negócios. Segundo o Ministério da Economia, o novo eSocial deve estar funcionando até janeiro de 2020.

Caio Megale considera que o novo modelo faz parte de série de mudanças conjunturais para o empreendedor que vão facilitar o dia a dia das empresas.

O secretário aposta em retomada mais intensa da Indústria com a adoção do chamado ex-tarifário, uma redução de taxas de importação para máquinas e equipamentos sem fabricação no país.

Megale diz que só a junção das chamadas pequenas reformas às mudanças na Previdência, à revisão tributária e ao programa de desestatização vai garantir um ambiente de negócios mais favorável no país.

Ele ainda avalia que a MP da Liberdade Econômica, recentemente aprovada pelo Senado, vai dar um impulso no empreendedorismo.

Fonte: JovemPan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *