Paralisação pode acarretar perdas de vendas de até R$ 107,7 milhões por dia para o varejo da região de Ribeirão Preto

Varejo paulista elimina 28.470 vagas com carteira assinada no primeiro trimestre do ano
28 de maio de 2018
Horário de funcionamento do comércio no feriado de Corpus Christi
30 de maio de 2018

Estimativa da FecomercioSP aponta ainda para um risco de perda diária de R$ 1,8 bilhão no Estado de São Paulo e de R$ 5,4 bilhões em todo o País, caso esta crise chegue ao seu limite

As paralisações dos caminhoneiros em protesto contra o aumento do preço dos combustíveis têm refletido no setor de abastecimento do País. Segundo estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), o impacto para o varejo na região de Ribeirão Preto pode acarretar perdas de vendas de até R$ 107,7 milhões por dia. No cenário estadual, o prejuízo diário pode atingir R$ 1,8 bilhão e no nacional, R$ 5,4 bilhões.

A crise tem prejudicado empresários e consumidores, que sofrem com a dificuldade de abastecimento para atender a demanda da população, a qual, assustada com as notícias, corre para os principais pontos de venda a fim de garantir o seu estoque.

De acordo com a Entidade, o prejuízo nas vendas dos bens não duráveis como alimentos, remédios e gasolina pode ser visto como um primeiro alarme. No entanto, se essa crise persistir, o problema pode se estender para as vendas de bens duráveis como veículos, eletrodomésticos e materiais de construção, gerando uma crise geral para o setor.

Região de Ribeirão Preto

Aguaí, Águas da Prata, Altinópolis, Aramina, Barretos, Barrinha, Batatais, Bebedouro, Brodowski, Caconde, Cajuru, Casa Branca, Cássia dos Coqueiros, Colina, Colômbia, Cravinhos, Cristais Paulista, Divinolândia, Dumont, Franca, Guaíra, Guará, Guariba, Guatapará, Igarapava, Ipuã, Itirapuã, Itobi, Ituverava, Jaborandi, Jaboticabal, Jardinópolis, Jeriquara, Luiz Antônio, Miguelópolis, Mococa, Monte Azul Paulista, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Pitangueiras, Pontal, Pradópolis, Restinga, Ribeirão Corrente, Ribeirão Preto, Rifaina, Sales Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santa Rosa de Viterbo, Santo Antônio da Alegria, São João da Boa Vista, São Joaquim da Barra, São José da Bela Vista, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho, Taiaçu, Taiúva, Tapiratiba, Taquaral, Terra Roxa, Vargem Grande do Sul, Viradouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *