Vendas a prazo crescem pelo 2º ano consecutivo e sinalizam recuperação do comércio

Varejo é destaque em dia lento para Ibovespa
18 de julho de 2019
Empresários reduzem compras e 58,3% dos estoques estão adequados em julho
23 de julho de 2019

As vendas a prazo no mercado varejistas voltaram a crescer pelo segundo ano seguido após três anos consecutivos no vermelho. O Indicador de Atividade do Varejo, medido pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), mostrou crescimento de 2,15% em junho no acumulado em 12 meses.

Ainda que o nível não tenha alcançado o patamar anterior à crise, José Cesar da Costa, presidente da CNDL, afirma que os números estão começando a se distanciar dos resultados negativos.

“O varejo exibe melhora desde meados de 2017, depois do período mais agudo da crise. Mesmo crescendo, infelizmente, ainda não vimos a melhora da confiança se traduzir em aceleração das vendas, algo que poderá se concretizar com as medidas de estímulo previstas para sair depois da aprovação da reforma da previdência”, diz Costa.

O nível de atividade no comércio atacadista, outro dado levantado pelo indicador, cresceu 3,62% no acumulado em 12 meses até junho, percentual muito abaixo dos 14,20% registrados no mesmo período do ano passado.

O Indicador de Atividade do Varejo é construído a partir das consultas de CPFs e é um termômetro da intenção de compras a prazo por parte do consumidor. Ele abrange os segmentos de supermercados, lojas de roupas, calçados e acessórios, móveis e eletrodomésticos.

Fonte: Money Times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *